Campanha #lixozero

Sem lixo é mais barato!



a Broto é um pequeno negócio de cozinha consciente, cujo objetivo é o impacto mínimo. Acreditamos no alimento valorizado como essência: que conecta o ser humano de forma mais intrínseca à natureza, sendo uma forte ferramenta de micro-política para uma vida mais sustentável. Já que não adianta criticar sem propor mudanças, tentamos ser uma sementinha que germina o mundo em que queremos viver.


Atacar isto com a proposta de ser também um delivery é muito complexo, pois, por si só exige embalagens e transporte – mas ao mesmo tempo é a forma mais eficaz que encontramos para tentar ser mudança.


Neste sentido, temos a preocupação de que todas as nossas embalagens sejam biodegradáveis e que nossas entregas sejam feitas de bicicleta, espalhando com sabor e reflexão nossos brotinhos.


Existem dificuldades: o setor de embalagens biodegradáveis no Brasil é muito limitado: sobretudo pela pequena procura diante de quão barato e prático é o plástico – uma embalagem plástica é até 10x mais barata que uma biodegradável. Mas tudo tem seu preço: até 2050 existirá mais quilos de plástico do que quilos de peixes no oceano.


É certo que as coisas vem evoluindo; a potência da geração pessimista personificada por Greta @gretathunberg, sentindo que vivenciarão o antropoceno, saindo da inércia e do automatismo e depositando sua energia em tentar despertar consciência. A questão agora é sobre tempo e, claro, dinheiro. Este despertar coletivo envolve abrir mão de confortos e privilégios com os quais fomos acostumados mas que são insustentáveis.

Embalagens duram o tempo de consumo que damos para elas.


Hoje estamos diante de uma questão. As embalagens ecológicas de amido de milho que comprávamos não estão mais disponíveis. Depois de pesquisar, optamos por substituí-las por embalagens da @tudobiodegradavel, empresa com certificado de oxibiodegradação reconhecido pela ABNT e cuja parte da receita é destinada ao plantio de árvores pela ONG FUNVERDE.


Essa substituição implicará num aumento de custo de R$2 por embalagem/refeição. Não achamos justo repassar este custo para vocês. Nessa reflexão e compartilhamento de propósitos e dificuldades, queremos utilizar este pretexto para fortalecer uma iniciativa que surgiu junto com a Broto, mas que teve pouca adesão: a utilização de marmitas fixas.


Bastam dois potinhos por pessoa para que juntos alcancemos o #lixozero. A alternativa é fácil e o impacto é grande. Podemos repassar marmitinhas fixas por preço de custo ou você pode nos dar as suas próprias, para fazermos o rodízio.


O que faremos é aumentar o preço do broto do dia de R$25 para R$26, dividindo o custo extra da embalagem descartável com quem pedir. Pra quem adotar a marmita fixa, manteremos o preço de R$25, já que o nosso sonho, que esperamos alcançar em breve, é a adesão exclusiva neste sistema. Vamos encarar este R$1 como a taxa por geração de lixo. Nós perdemos R$1 e quem pedir também.


Esperamos que isso não cause estranheza, e que seja um próximo passo - no mesmo sentido que não entregamos talheres no delivery por acreditar que todos precisam ter seu kit sustentável no trabalho ou na bolsa. Acreditamos muito neste esforço coletivo e nesta rede bonita que estamos tentando construir.


Vamos juntos?! <3


Para ver mais @comabroto

7 visualizações0 comentário